Aventuras e desventuras dos professores, formadores, contratados ou a recibos-verdes que leccionam na Escola Pública, Profissionais, Colégios, IEFP's, Casa Pia, TEIP's em cursos de UFCD's, EFA's, EFJ's, CNO's, AEC's PIEF's, ...

Aceitam-se contributos: eanossaescolinha@gmail.com



terça-feira, 12 de abril de 2011

Reminiscências do Ensino Privado


Hoje tive a minha última reunião de CT. Entreguei toda a documentação da minha DT - não houve nada a registar, consequentemente fui dispensado pelo meu CD - se houver algum problema, serei contactado, senão voltarei apenas no 3º Período e terei agora um merecido descanso físico e psicológico...

À saída desejei uma BOA PÁSCOA e vice-versa!!

Na minha antiga escolinha privada quando eu e uma colega minha tivemos a infelicidade de desejar uma BOA PÁSCOA, na Secretaria da escola, fomos acusados pelos funcionários de párias. O CD, "nosso amigo", não hesitou:

i) 35 horas semanas efectivas na escola -mesmo que todo o serviço estivesse realizado e as aulas preparadas, tínhamos que permanecer de castigo na escola a olhar para a parede;

ii) Picagem de ponto;

iii) Dispensa nas pausas lectivas da Páscoa e de Natal, somente nas vésperas (na parte da tarde), dos dias Santos...

Enfim, uma chachada completa!!!

Agora... agora liberdade mental!!!!

Agora, grita-se: LIBERDADE E BOA PÁSCOA EM ALTA VOZ!!!!!


8 comentários:

Anónimo disse...

É verdade colega! Eu ainda continua a fazer isso tudo... uma escola de vergonha em que os professores nem um dia de descanso tem nas férias da Pascoa! Será que a quinta feira da parte da tarde o Sr. Director irá dar?

Anónimo disse...

Falta dizer que, no ensino público, o trabalho diminui nas interrupções lectivas, é um facto, mas que em épocas de reuniões ninguém se recusa a fazer horas extra e em horário pós laboral. Já o director dessa escolinha sentiu na pele o que é querer marcar reuniões e ter os professores a recusar, e muito bem, o trabalho para além do horário estabelecido. É o que dá querer fazer dos professores meros funcionários...

Pica-Mula disse...

Professor funcionário é antipedagógico!!!

Lelé Batita disse...

Há escolas privadas onde também se pode entrar nas interrupções lectivas com uma relativa descontração desejando "Boa Páscoa". Pelos vistos não é tudo igual no ensino privado.

Pica-Mula disse...

Que bom para si, mas não podemos de deixar de ser solidários só porque a nossa escola privada é normal... Mas já agora é professora do quadro ou a recibos verdes? É que muitas das vezes isso faz toda a diferença, senão parabéns!!

Anónimo disse...

Pois é colegas, sabe bem poder respirar, sem ter receio de alguém ir contar quantos suspiros demos à directora.
Ainda hoje não consigo desejar Boa Páscoa sem lembrar o que se passou na tal escola privada.
Boa pausa lectiva a todos e muitos ovinhos...!

GIZ_NA_TOLA disse...

Isto faz-me lembrar alguma coisa................... não estou a chegar lá.............enfim.... já era.

Anónimo disse...

Este texto, fora do contexto, é mal entendido por quem não trabalha no ensino.